-->

Halo !!! Saya Kang Ismet, ini adalah blog tentang AMP HTML dan cara penerapannya

Menina morta pela mãe e a madrasta passou três meses trancada em quarto


 

A denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Rio) contra as três mulheres acusadas pelo homicídio da pequena Ketelen Vitoria Oliveira da Rocha, 6, que morreu no último sábado (24) em Porto Real, cidade da região sul Fluminense, detalha a rotina de sofrimentos imposta à menina em seus últimos meses de vida.

O documento remetido à Justiça aponta que a vítima vinha sendo mantida dentro de um quarto há semanas, se alimentando apenas uma vez por dia.


Veja Também: 

De acordo com a denúncia, as responsáveis pelo crime são Gilmara Oliveira de Farias, mãe da criança; Brena Luane Barbosa Nunes, namorada de Gilmara; e Rosangela Nunes, mãe de Brena, que foi presa na quarta-feira (28), enquanto as outras duas mulheres já estavam atrás das grades desde a segunda-feira em que a criança deu entrada no hospital em estado grave.

O documento relata que Ketelen vinha sendo mantida trancada em um quarto, onde havia um único colchão fino, sem cama, ao menos desde dezembro do ano passado. O argumento usado pelo casal era o de que "a vítima precisava ser educada". A menina passava dias dentro do cômodo, com alimentação "restrita a uma refeição por dia", entregue pela porta.

A denúncia afirma ainda que Gilmara e Brena atuaram conjuntamente em uma sessão de socos, chutes, arremesos contra a parede, pisões e golpes com chicote contra a menina, que chegou a ser jogada de um barranco com aproximadamente 7 metros de altura.

Segundo o MP, Rosangela, dona do imóvel onde ocorreu a violência, contribuiu "eficazmente para o crime, já que se omitiu quando deveria agir contra as agressões".